Biometria obrigatória em Embu das Artes acaba no dia 25 de março

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014


O baixo comparecimento registrado nos primeiros meses do recadastramento biométrico obrigatório do eleitorado de Embu das Artes resultou num represamento que faz com que a Central de Atendimento trabalhe no limite da sua capacidade. Segundo o coordenador substituto da Central, Joseph Santos, a média de atendimento tem ultrapassado 1,3 mil eleitores por dia.

Do início do processo, em agosto de 2013, até a segunda semana de janeiro, a média diária não alcançava os 600 atendimentos. O eleitor que deixou para a última hora deve enfrentar filas. O prazo, que foi prorrogado, termina no dia 25 de março.

Para ser atendido, o eleitor deve agendar o comparecimento pelo site do TRE ou pessoalmente na Central. As vagas da agenda de janeiro já estão comprometidas. Pelo sistema, é possível ao eleitor agendar o atendimento para fevereiro.

Cerca de 67 mil (37,4%) dos mais de 178 mil eleitores já tiveram as digitais captadas. Restam ainda aproximadamente 111 mil cidadãos embuenses-das-artes a serem recadastrados.

Quem perder o prazo poderá ter o título cancelado. Além de não poder votar, sem o documento o eleitor está impedido de tomar posse em cargo público, tirar passaporte, fazer ou renovar matrícula em estabelecimentos de ensino público ou fiscalizados pelo governo, dentre outras privações.

Nas eleições de 2014, os eleitores de Embu das Artes serão identificados pelas digitais no momento do voto, aumentando ainda mais a segurança do processo eleitoral.

Serviço

Parque do lago Francisco Rizzo: Rua Alberto Giosa, 320, bairro Quinhaú
8h30 às 17h, de segunda a sexta-feira.
Levar obrigatoriamente documento de identidade e comprovante de residência emitido ou expedido nos três meses anteriores ao comparecimento.



Deixe um Comentário