Rodoanel Mário Covas em Embu






Rodoanel Metropolitano de São Paulo em Embu

O Rodoanel Mário Covas (SP-21) também conhecido como Rodoanel Metropolitano de São Paulo é um anel viário com aproximadamente 180 quilômetros de extensão, duas pistas e seis faixas de rodagem que está sendo construído em torno do centro da Grande São Paulo, com a finalidade de aliviar o intenso tráfego de caminhões oriundos do interior do estado e das diversas regiões do país e que cruzam as duas vias urbanas marginais da cidade, a Marginal Pinheiros e Marginal Tietê, o que provoca uma grave situação de congestionamento urbano.

É prevista como uma rodovia de acesso restrito, com largas faixas vazias ou a serem preenchidas com arvoredos nas proximidades de áreas residenciais no seu entorno visando evitar a ocupação das áreas lindeiras. Não obstante, a simples presença do Rodoanel provocou um intenso movimento de especulação imobiliária nessas regiões.

A execução da obra foi dividida em quatro trechos, Oeste, Sul, Leste e Norte. Mais de 75% da via foi entregue até o momento, compreendendo os trechos Oeste, Sul e Leste, inaugurados respectivamente em 2002, 2010 e 2014. O trecho Norte, já em construção, está previsto para ser inaugurado em março de 2018.

Características

Extensão: Atualmente: 132,5 km, projeto final: 176,5 km
Pista Interna: Estrada Velha de Campinas, em Perus, São Paulo, SP
Pista Externa: Rodovia Presidente Dutra, em Arujá, SP

Anel em torno:  da cidade de São Paulo

Pedágios: Desde 17 de dezembro de 2008, o Rodoanel é uma rodovia com pedágio. O sistema de cobrança foi estruturado nas saídas das rodovias atualmente interligadas e nos acessos urbanos:

  • Acesso à Estrada Velha de Campinas/SP (Km 00)
  • Acesso à Rodovia dos Bandeirantes/SP (km 03)
  • Acesso à Rodovia Anhanguera /SP (km 06)
  • Acesso à Rodovia Castelo Branco/SP (km 14)
  • Acesso à Avenida Leonil C. Bortolosso/SP (km 20)
  • Acesso à Rodovia Raposo Tavares/SP (km 24)
  • Acesso à Rodovia Régis Bittencourt/SP (km 29)
  • Acesso à Parelheiros (km 50)
  • Acesso à Rodovia dos Imigrantes/SP (km 70+200)
  • Acesso à Rodovia Anchieta/SP (km 75)
  • Acesso à Jacu Pêssego/SP (km 86)
  • Acesso à Rodovia Ayrton Senna/SP (km 123)
  • Acesso à Rodovia Dutra/SP (km 130)
  • Pedágio SPMar/SP (km 003)

Trecho Oeste e Embu

Inaugurado em 11 de outubro de 2002, este trecho tem 32 km de extensão, indo da Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, em Perus, na zona norte de São Paulo (marco zero do Rodoanel) até o acesso à Rodovia Régis Bittencourt, no município de Embu das Artes, localizado no km 30. Corta as rodovias Bandeirantes, Anhanguera, Castelo Branco e Raposo Tavares. Entre estas duas últimas, há um acesso urbano, na altura do Jardim Padroeira na cidade de Osasco e do Parque Jandaia, na cidade de Carapicuíba.

Em 11 de março de 2008 ocorreu o leilão de concessão deste trecho do Rodoanel, vencido pelo Consórcio Integração Oeste, composto pela Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) e Equipav, que apresentou a menor tarifa de pedágio (R$ 1,1684, a ser reajustado pelo IPCA em julho). O valor representa um deságio de 61% em relação ao teto estabelecido pelo governo, de R$ 3. Também participaram do leilão:

  • O consórcio formado por BRVias, Odebrecht e Cibe (proposta de pedágio de R$ 1,2600).
  • A consórcio formado por Triunfo e Iberpistas (proposta de pedágio de R$ 2,1799).
  • A empreiteira Queiroz Galvão (proposta de pedágio de R$ 2,468).
  • A empresa espanhola OHL (proposta de pedágio de R$ 2,2807).

Mapa do Rodoanel em Embu

Fontes:
www.rodoanel.org Site de Rodovias
www.spmar.com.br Concessionária adiministradora do trecho Leste e Sul
www.rodoaneloeste.com.br Concessionária adiministradora do trecho Oeste
pt.wikipedia.org/wiki/Rodoanel_Mário_Covas





  Sobre o EncontraEmbu
Fale com EncontraEmbu
ANUNCIE: Com Destaque | Anuncie Grátis

siga o Encontra Embu das Artes no Facebook siga o Encontra Embu das Artes no Twitter Encontra Embu das Artes no Google+


Termos EncontraEmbu | Privacidade EncontraEmbu